quinta-feira, 14 de março de 2013

Uma alma pra nós dois

Em teu coração, qual espelho a refletir-me, me  vejo
Entre nossos sorrisos e afagos. Teu amor me permite
Que minha alma se faça inocente criança a adorar-te
Como se toda minha vida fosse apenas para  amar-te

Minha alma, tua alma, tão juntas, se fazem de uma só
Carinhosas se abraçam, se entregam em um só coração
Sussurram nossos segredos mas não nos é dado ouvir
Mas por nosso tanto amor se entregam ao nosso sentir

Talvez nem nos amemos, talvez sejamos o próprio amor
Como se almas gêmeas criadas na essência de nós dois
A se fazerem de sempre sem um antes e nenhum depois

Contigo, amor, cada momento se faz mais que eternamente
Fazes minha alma a de inocente criança, sem pecado e nua
Para que possa em te caber, meu amor, sem macular a tua


José João
14/03/2.013







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...