terça-feira, 23 de junho de 2020

Amar... as vezes dói

É tão doce a canção que a saudade canta...
Que fico horas sentado no nada, ouvindo,
Eu e a solidão juntos num silêncio só nosso
E a alma chorando triste... mesmo sorrindo

Me atento a ouvir o que me diz a canção
Mas só os acordes como se fossem voz
Povoam meus pensamentos, tanto encanto
Que os olhos fazem poesia com meu pranto

Dou-me a sussurrar o que nem mesmo sei
Palavras que não ouço, que se vão perdidas
Como fossem histórias de há muito vencidas

Mas de muito longe me chega um pensar
Que até pensava tivesse ido num esquecer
Dizendo que amar, amar também é chorar

José João
23/06/2.020

domingo, 14 de junho de 2020

Quem sabe ... eu aprenda...

Ah! Como queria estar em teus sonhos!!
Até mesmo cantar pra te ver dormir,
Te fazer flutuar no mais belo horizonte,
Te fazer sonhar e embalar teu sono.
Ah! Quem me dera te fazer uma canção...
Dessas que se ouve com a alma!
Te fazer criança brincando de ser feliz.
Te levar em jardins coloridos, floridos,
Te fazer ouvir a voz da brisa em gemidos
Dadivosos de ternura, de amor, de tudo
Que faz o coração pulsar mais forte.
Mas sou tão pequeno! Sou ainda
Quem quer aprender a ser mais...
Não ser muito, nem ser pouco... ser
A medida certa, ter o sorriso mais cativo,
Ter o olhar que te faça entender sem falar
Ah! Como queria ser teu pensamento, teu rio
Onde pudesses banhar teu corpo e tua alma...
Mas sou tão pouco!! Mas um dia... um dia
Quem sabe... eu aprenda ...

José João
14/06/2.020

domingo, 7 de junho de 2020

... sou apenas um poeta

Dobrei o vento que não sei pra onde ia
No fim do verso, pus um ponto final
No vôo da gaivota que brincava de voar
Busquei uma nuvem para nela me deitar

Parei o rio e acomodei minhas lágrimas
Fiz que as levasse com carinho para o mar
Fiz uma estrada de flores até o por-do-sol
E brinquei de declamar versos... sem falar

Com raios de luar que se deitavam no chão
Teci uma trança e guardei numa caixa de amor
Em cima de um sorriso, um sorriso já senhor

Surpresos? Mas juro, isso ainda é pouco
Afinal, pra tudo eu tenho a medida certa
Não sou louco, rsrsrs sou apenas um poeta

José João
07/06/2.020

Eu e a flor

Oh? Flor de tão doce encanto que calada está!
Diz-me dessa tristeza, desse quase desmaiar
O que te fez oh bela flor essa tanta palidez
Tu, que todas as manhãs acorda com altivez?

Pendente no forte caule que novo ainda está
Tuas pétalas ainda novas não estão a reluzir
Causa-me dor essa tua tanta e cruel tristeza,
Bela flor, altiva, das flores a nata da realeza!

- Triste vida! Essa dor não sei como suportar
Não me alegra a brisa, nem o doce orvalhar
Meu beija-flor nunca mais veio aqui me beijar

Minha doce e triste flor, entendo teu padecer
A vida é mesmo assim, não te posso consolar
É essa a mema dor que também  me faz chorar

José João
07/06/2.020

O valsar dos poemas

Os poemas parecem uma valsa, são sublimes,
Flutuam como acordes angelicais e divinos
Voam entre corações, acalentam amantes
Se fazem encanto, sonhos, se fazem hinos

Esses poemas! Melodia escrita em versos
Contando histórias, saudades e ... amores
Contam lágrimas, contam sorrisos tristes
Mas são belos mesmo quando cantam dores

Poemas! Onde a alma flutua e nele se perde
Num valsar leve, num flutuar cheio de encanto
Onde até a mudez do tempo se faz de canto

Os versos se fazem acordes no tom das rimas
As letras são notas musicais que beijam a alma
Aí os anjos poetas, referenciam e batem palma

José João
07/06/2.020

E a saudade se foi...

Deixa-me, saudade, ficar entre os sonhos,
Os sonhos de sempre que me fazes sonhar,
Ou preferes que vás e aqui me dixes
A tentar novos sonhos que nem sei buscar?

Se fores, os sonhos antigos contigo se vão
Aí fico sentado no tempo num lento passar
Vazio, sem ter nenhum qualquer pensamento
Será saudade, que queres minha alma limpar?

Será, por acaso, que não sei o que sabes? 
E baixinho ela diz: Tenho razões pra te dixar
Vou te fazer que viver seja melhor que sonhar

E lá se foi ela, a saudade, gritando sorridente:
-Viva, não há mais motivos para que eu fique
fiquei apenas um tempo... enquanto eras carente.

José João
07/06/2.020
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...