quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

Hoje, não escrevi tristezas, nem lágrimas ...

Hoje não escrevi angustias... nem lágrias...
Nem saudades, nem tristezas, escrevi a esmo
Nem tive sonhos para neles buscar palavras
Apenas escrevi... é ... escrevi a mim mesmo

Sentei na beira do tempo, num canto do mundo,
De um mundo só meu, e vi o tempo passar...
Como se quisesse me lembrar tudo que fui
Como se quisesse buscar histórias e me contar

Mas não escrevi lágrimas, embora elas passassem
Também não escrevi saudades, nem angustias
Embora todas elas passando lentas me acenassem

Apenas escrevi, como disse antes, escrevi a esmo
Mas engraçado! As lágrimas, as saudades, todas ...
Que passavam e acenavam, acreditem, era eu  mesmo

José João
27/01/2.021

sábado, 2 de janeiro de 2021

Passou teu tempo... agora sei sorrir

 - Oi. Você aqui?!! Posso saber o que quer?
- Estava passeando na noite ...vim te visitar
- Vai ... não temos mais nada o que conversar
  Melhor ir embora, tenho sonhos para sonhar

- Mas é que... nos conhecemos a tanto tempo... 
  Lembra das nossas noites juntos? Você e eu?
- Isso foi há muito tempo, nem me lembro mais
  Até mesmo tudo que conversamos se perdeu.

- Você está sendo ingrato, já choraste comigo
   Te pus no colo em noites frias, vi teu pranto,
   Foi meu ombro que tiveste como abrigo

- Nunca  foste abrigo, apenas e, sem remorso,
  Me invadias a alma mas,,,estou amando agora...
  Tristeza, pega teus trapos de pranto e vai embora

José João
02/01;2.021
  
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...