terça-feira, 28 de julho de 2020

Eu, depois dos ontens.

Acho que deixei pedaços de mim no tempo,
Por onde passei, por tudo que dei de mim,
Pelas dores que senti, pelas tristezas que chorei,
Pelas saudades que senti, em cada um desses
Momentos ficou um pedaço de mim e,
Deles, trouxe comigo suas lembranças, muitas.
Algumas, ainda hoje, me fazem prantos, outras,
Me fazem risos e tantas me fazem saudade...
Saudade de mim mesmo. Mas não lamento,
Cada dor foi uma história, cada lágrima
Um verso e o pranto... se fez poesia que a alma
Declama no silêncio que aprendi a ouvir.
Tudo em mim ficou como fossem cicatrizes
Marcando o tempo, lembrando momentos...
Falando as verdades de tudo que vivi.
O que para muitos seria o que dizem: padecer
Pra mim me ensinaram a viver... viver

José João
28/07/2.020
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...