sábado, 23 de março de 2013

Amor sem medidas

...Te amo, e na tua ausência é que sei o que é amar
Te amo com um amor que não existe, que inventei,
Um amor tão simples que... se faz maior que tudo
Maior que a vida que fiz ser tua quando te encontrei

Te amo assim como se venerar não fosse loucura,
Fosse um simples respirar esse sentimento que criei.
Fosse te fazer que minha alma se fizesse toda nua
Ao vestir-se da divina inocência e fazer-te toda tua

Esse amor sem tamanho, sem margens, sem medidas
Que criei, assim fazendo que o mundo se completasse
Se fez que, em mim, tua presença se eternizasse

Não hei de amar-te sempre do tamanho que hoje amo
Assim não seria um meu amor, seria um amor qualquer
Seria até profano, pois foi tu que fiz de um anjo-mulher


José João
23/03/2.013








3 comentários:

  1. Sem Palavras Amigo Poeta !!!! Simplesmente lindooooooooooooooooooooooooooooooo!!!

    É por estas coisas que escreves que Sou seu FÃ INCONDICIONAL !!! Sempre lembro do seu poetar ao pegar o violão pra compor ...!!! Da vontade de musicar tudooooooo que escreves PARCEIRO !!! Um Grande Abraço Pedro Pugliese

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...