terça-feira, 15 de junho de 2021

Que chegue logo a manhã

Solidão, porque não dormes? Porque insistes tanto?
Porque insistes em deixar a noite acordada em mim?
Como se meus olhos, passeando tristes na escuridão,
Nada precisassem ver, apenas sentir e me deixar assim.

Perdido no vazio sem nem poder olhar as estrelas lá fora
Ouvindo o silêncio me contando o que não quero ouvir
E o vagar da alma, nos pensamentos que não sei dizer
Se perdem naquilo que ela, a alma triste, só sabe sentir

Vagueio no escuro do tempo, ávido pelo alvor do dia
Esperando ansioso que chegue, mas até ainda não sei
Se com ele a solidão se vai e me dixa ao que me dei

Com o alvor do dia me darei a buscar sonhos e sonhar,
Me fazer de uma história que só eu sei como contar
E entre as tantas angustias, sorrir como se fosse chorar

José João
15/06/2.021

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...