sábado, 12 de junho de 2021

Tudo ficou para trás

Nunca minhas lágrimas doeram tanto em meus olhos
Como doem agora. Nunca a solidão se fez tão forte
 Minha alma grita em desespero, chora as saudades
E vou por caminhos perdidos, sem rumo e sem norte

Lá de dentro, de sonhos esquecidos... uma recordação
Me chega como uma tempestade impetuosa a ferir-me
Coração e alma, e uma dor lancinante, pior tormento
Me toma todo me deixa inerte, louco, sem pensamento

Grito desesperado um nome e do tempo vem um rosto
Com sorrisos antigos  nos lábios, beijos escondidos
E loucura de ver outra vez os tantos momentos vividos

Entre essa beleza do estar, do sentir, do ser e do amar,
Das entregas, dos momentos onde tudo era sempre mais
Santa  saudade... mas agora vejo, tudo ficou para trás


José João
12/06/2.021

3 comentários:

  1. Soneto muito bonito. Intenso e profundo sobre o caminhar ao longo da vida. Gostei muito.
    .
    Votos de um domingo feliz
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir
  2. Magnífico soneto. Lindo como sempre

    ResponderExcluir
  3. Magnífico soneto. Lindo como sempre

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...