terça-feira, 13 de setembro de 2011

Um triste despertar

Gosto de escrever poesias, nelas sou feliz
Posso ser rei de um reino onde as flores falam
Onde o rei cala e ouve o que um pássaro diz
Onde posso cantar alegre. Coisa que nunca fiz

Na minha poesia brinco de sonhar com as estrelas
Vou voando, sem medo, no mais distante horizonte
Brinco de escorregar nas nuvens como se fosse o vento,
Sou forte, sou mágico, nelas até para o tempo

Minhas poesias, meu mundo infinito e diferente
Onde amo. canto o amor, sou feliz não sou carente
Meu mundo de luz, ternura no ar, sublime perfume
Onde posso ser tudo, posso até mesmo ser gente

Na poesia, sinto, apalpo um amor forte e ardente
Por alguém que sem saber o nome seu nome eu chamo
E me entrego de braços aberto sem medo de amar
Ah! Que sonho! Que despertar! Acho que vou chorar...



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...