terça-feira, 13 de setembro de 2011

Aprendi

Não sei mais quem sou. Me perdi
Nem sei mais pra onde vou.
Talvez fique aqui, dentro de mim
Como meu começo ou meu fim

Caminhei sem deixar rastros
Não deixei marcas nem sonhos
Se os deixei um dia, esqueci
Nem sei como cheguei aqui

Por vezes o eco do meu pensamento
Quando sóbrio, sussurrando me diz
Coisas desconexas, incoerentes,
Diz  baixinho que já fui feliz

Mas um coisa, com certeza, aprendi
A ser só, a ouvir, a calar,
A saber o momento da tristeza chegar
Me abraçar e a saudade comigo chorar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...