terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Talvez

Talvez  eu devesse calar a voz, não gritar mais teu mome.
Talvez eu devesse buscar horizontes onde sei que não estás,
Cantar canções desconhecidas que não lembrem momentos
Que tenhamos passado juntos, ou lembrem nós dois.
São tantos os talvez que busco para explicar essa solidão,
Essa saudade. E talvez nem sejam eles os culpados
Desses tantos sonhos mortos ou  dessa lembrança de ti.
Talvez se não tivesse te conhecido não teria chorado tanto,
Ou talvez não teria amado tanto, talvez não tivesse
Essa história pra contar! Se não tivesse te conhecido
Talvez não tivesse tido esses momentos tão intensos
Que até a vida se fez mais vida, mais bela, mais bonita.
É, talvez. Talvez se essa saudade não fosse de ti
Seria menos dolorida, ou talvez até não fosse nenhuma,
Ou talvez eu fosse vazio, sem saber o que é amar,
Vivendo por aí, demente, sem sonhos pra sonhar.
Talvez  se eu não tivesse te conhecido eu não seria
Esse eu de agora, com um olhar perdido, um sonho
Moribundo, e talvez ainda tivesse uma dúvida ...
Que agora não tenho mais, a de que o amor existe...


José João
18/12/2.013










Um comentário:

  1. MEU AMIGO JOSÉ JOÃO !!! QUE CALAR !! NUNCA !!! LINDO DEMAIS !!! E VAMOS EM FRENTE !!! NÃO DEIXARIAS SEU FÃ TRISTE !!! RSRS !!! O QUE EU LERIA DE BELO !!! UM GRANDE ABRAÇO Pedro Pugliese

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...