segunda-feira, 2 de julho de 2012

Sem sonhos para sonhar


Ó! Dor que minha alma toda toma
Que lhe faz esquecer a própria vida
Que se perde como folha seca ao vento
Como lágrima, lentamente ao chão caída

Que tristes o sonhos que me tomam agora!
Como se eu fosse o resto de mim mesmo
Como se o amanhã me fosse um pesadelo
Que já hoje, gostaria de esquece-lo

Ó! Sonhos que me largaram a toa ao mundo
Que no tempo me fizeram apenas um vagabundo
E que pra vida um simples e perdido moribundo

Ó! Saudade! Onde estás que não me ouves?
Faz que meus sonhos a mim possam voltar
Que já não tenho outros sonhos pra sonhar


José João
02/07/2.012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...