quinta-feira, 13 de junho de 2013

Sei que existes mas... onde estás?

Te esperei ontem quando meus sonhos ainda eram criança,
Colori todos eles com as cores do sentimento que sentia
Nos meus sonhos te fiz perfeita, divina, angelical e pura
Te fiz mais que mulher, que anjo, te fiz minha doce magia

Me vesti com a essência de tua alma, me deixei ser teu
De tua morada me fiz, te deixei plena dentro de mim,
Me permiti até não pensar em nada que não fosse em ti
E assim, te fazendo pra mim a única razão de ser, vivi

Te esperei tanto! Refiz sonhos, até brinquei com o tempo
Assim me ensinaste e aprendi a sentir o prazer de esperar,
Meus olhos te buscavam aflitos ansiosos pra te ver chegar

Depois meus sonhos foram ficando velhos, ficando tristes
Mas ainda assim sabia que existias, não podia te esquecer
Mas que estranho! Te amar para sempre sem te conhecer!


José João
13/06/2.013



3 comentários:

  1. Olá José, acho que todos nós em algum momento da vida ficamos assim, à espera de algo ou de alguém.
    Também estou na espera de que tudo um dia mude.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...