domingo, 14 de outubro de 2012

Brincando de tempo e vida


A vida! Sempre brincando com pequenos pedaços
Do tempo, que se arrastam desde o amor até o adeus
Para o amor passam logo, rápidos, como flecha ligeira
Para o adeus se fazem lentos, se fazem uma vida inteira.

Vida e tempo brincam juntos fazendo lágrimas e sorrisos
Como se brincassem de mal-me-quer-bem-me-quer
Enquanto sorriso e dor, pacientes esperam que termine
Em bem-me-quer, mas tem que haver um mal-me-quer

Para este, o pranto corre dos olhos à alma, sem estradas
Indo apenas pelas dores que procuram correr soltas, livres
Chamando a solidão que põe a vida no vazio dos nadas

Assim tudo se transforma em pesadelos. Adeus encantos
E os momentos, os pequenos pedaços de tempo vividos
Se fazem angustia, presentes nos olhos como tristes prantos


José João
14/10/2.012


Um comentário:

  1. Boa noite José João


    Fiz o mesmo caminho que você, pesquisei no google e não foi meu link que apareceu não, mas infelizmente também não foi o teu, foi de uma outra usuária.
    Não sei o que pode ter acontecido querido.
    As vezes o blogger dá esses piripaques...

    E a propósito seu blog é um encanto viu.

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...