sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Onde estão as gavetas mágicas?




Onde estão os poetas e suas gavetas mágicas
Onde guardam sonhos, ilusões, e até histórias...
Muitas vezes acontecidas ou contadas, outras até fingidas?
Onde estão os poetas que abrem portas,  porteiras e portões
Com um simples toque de magia de seus corações?
Abrem baús nos velhos sotões e ressuscitam risos,
Fazem de ontem histórias há tanto tempo vividas
Brincam de chorar hoje, lágrimas no tempo perdidas,
Até trazem sonhos que nunca foram sonhados,
Revivem  beijos que nunca foram trocados...
Onde estão os poetas de inocentes heresias
Que deixam a noite nua fazendo amor com a lua
Nas linhas mais ingênuas de suas poesias?
Onde estão as gavetas mágicas dos poetas?
Que fazem versos imperfeitos e sem rimas
Na poesia em que as rimas são mais perfeitas e completas?
Onde estão esses poetas fazedores de ilusões
Que iludem a si mesmos, às suas almas e corações
Pedindo de joelhos, contritos, em novas orações
Que alguém encha de amor seus poéticos corações?
Onde estão esses poetas, onde será que estão?
Se aparecer algum, anjos tocarão suas divinas trombetas
E como num passe de mágica... esse som
O poeta guardará em suas mágicas gavetas.


José João
12/10/2012

Um comentário:

  1. É poeta muito lindo ....muito bem perguntastes ...onde estão !!! Que lindo discorrer José João ...Um grande abraço Pedro Pugliese

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...