quarta-feira, 10 de outubro de 2012

O amor termina em prantos


Ela disse ao meu coração que pulsasse, mas só por ela
Mandou que minha alma amasse sempre... mas só ela
Aos meus sonhos deu suas cores, suas cores preferidas
A mim, disse que seria apenas uma as nossas vidas

Fez o tempo parar em nós dois, fez um mundo só nosso
Brincamos de caricias, de abraços, brincamos na noite
Corremos em nossos corpos pela estrada dos desejos
Buscamos no infinito o doce sabor dos nossos beijos

Deitados na noite, na relva macia, demos nome às estrelas
Pegávamos nas mãos raios de luar que nos vinham sorrindo
Sentindo nossos corações, nossas almas, ao amor se abrindo

A vida se fazia de momentos divinos, um mundo de encantos
Mas sempre há de haver, no fim de um conto, um ponto final.
Não sei por que as histórias de amor terminam em prantos!


José João
10/10/2.012



Um comentário:

  1. Bom dia meu querido amigo ...também não sei !!! mas na verdade ...não conheço também nenhuma historia de AMOR sem que alguém não tenha se machucado.e se doí eu choro ...lindo muito lindo meu amigo um grande abraço Pedro Pugliese

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...