sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Apenas tu



Teus olhos uma poesia de alegria infinda
A dizer-me coisas que nunca ouvi, ou li
A contar-me histórias de lugares distantes
De amores ou saudades que nunca senti

A refletirem coloridos horizontes multicores
Sobre mares, sobre trilhas no céu suspensas
A fazer-se saudade em corações que choram,
Que buscam no tempo o sabor de tua presença

Sorriso que distante me sorri sem que eu veja
Mas sinto na alma a doce melodia desse sorrir
A contar-me da saudade que sinto ao te sentir

Nas lembranças, nos sonhos onde sempre estás
Povoando os pensamentos, e neles se acomodar
Como se fosses única, onde apenas tu pode estar.


José João
26?10/2.012




2 comentários:

  1. É meu amigo ..você é realmente raro ..muito raro este seu coração ...é uma honra pra mim tê-lo encontrado um abraço Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
  2. Lembranças e saudades, estão estão docemente presentes não nos deixam, principalmente quando temos pessoas amadas e queridas distante da gente. Linda meu querido. Tem presente no meu blog pra vc, passa por lá... Bjusss

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...