sábado, 26 de fevereiro de 2011

Paralelas



Caminho marcado por passos cansados
De rastros caídos, deitados no chão,
Mostrando o conflito em idas e vindas
Como se a distância não tivesse mais fim.
Dois pés que caminham marcando a areia
Numa ida constante deixando para trás
As marcas deixadas assim como trilhas
A outros dois pés em vinda ou procura
Que também como trilha seu rastro deixou.
Caminhos contrários, direções diferentes
Como setas lançadas que se cruzam no espaço
E perdidas de si no tempo e vão.
Passos em linhas e em retas se fazem
Jamais se encontram o destino não quis
Quanto mais deixam rastros
Os passos cansados, mais distantes estão,
Como se o desencontro por si só não bastasse
Lhes fazem da vida, duas retas quaisquer
Que nunca se encontram por tão paralelas.

José João

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...