domingo, 25 de maio de 2014

Meus olhos não podem mais chorar

Hoje não chorei, minhas lágrimas se perderam,
Na verdade, meus olhos não podem mais chorar,
Tanto já foram os prantos derramados!
Sem lágrimas para chorar minhas dores, sem prantos,
Para, nos braços da solidão, deixar os olhos brilhantes,
Ficaram cor de tristeza, ficaram vazios, ficaram como eu.
Meus olhos não podem mais chorar, estão dementes,
Perdidos no tempo sem horizontes para buscar,
Pequenos pedaços de minha alma agora calados,
Mudos, só sabiam gritar com os prantos chorados,
Que saiam como lamentos, soluços, gritos da alma,
Hoje choro nas poesias que a alma declama triste,
Nos versos perdidos que gritam essa tanta dor,
E os olhos, mudos, perdidos pela falta de lágrimas,
Se prendem fixos no chão como envergonhados,
Por agora só saberem olhar, perderam sua essência:
Fabricar lágrimas para que a alma, pudesse livre,
Através delas contar a história dessa saudade...
Que até hoje insiste em ficar.


José João
25/05/2.014



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...