segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Há de haver um lugar para se amar

Deve haver um lugar onde sonhos perdidos 
Não existam, onde dores, tristezas e saudades doídas
Sejam passageiras da brisa que se vai ao tempo
Levando-as para longe sem caminhos de volta,
Deve haver um lugar cheio de amanhãs coloridos,
De sonhos já prontos para serem sonhados...
De histórias de amor que só se completarão
Na eternidade tanto é a plenitude da entrega
Dos corações amantes. Deve existir lugar assim,
Além, talvez até além do mais distante horizonte,
Onde o por do sol seja pintado com os olhos
De quem se ama. Um lugar onde falar não é preciso
Por que os olhos gritam palavras perfeitas
Por não existir som para dize-las, tão poucas são.
Um lugar onde chorar não é preciso, não existe dor.
Um lugar onde não se corra no vazio do tempo
Pedindo clemência para tanta angustia, chorando
Ausências, saudades e carências que ferem a alma.
Deve existir um lugar onde amar seja preciso.


José João
27/02/2.017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...