domingo, 2 de setembro de 2012

Hoje... prefiro essa saudade



Amei, como se apenas amar fosse preciso para viver
Entreguei a alma, os sonhos, a vida, todo me entreguei
Sem reservas, fiz de duas vidas apenas uma história
E amei... tanto e só a ela, como nunca a ninguém amei

Nossos olhos falavam por nós em carinhos eloquentes,
Nossos corações sorrindo, brincavam de pulsar juntos
Numa terna conversa que só quem ama pode entender
Na certeza infinita de quem nunca... nunca vai se perder

Um dia, não sei, por simples desejo ou inveja do destino
Tudo se fez triste, ela  se foi, não deixou rastros... sumiu
Talvez com um raio de luar perdido na noite ela partiu

Não deixou nada que me desse uma luz a procura-la
Até o perfume terno e embriagador se perdeu de mim
Hoje, até prefiro essa saudade que mesmo encontra-la.


José João
02/09/2.012

Um comentário:

  1. José João meu amigo querido ...São perfeitas e lindas as tuas palavras e sentimentos ...Na verdade você tem o dom de fazer que a minha vida se encontre em muitos momentos com suas palavras ...Se pra você assim é creia para mim também !!! Muito muito lindo e verdadeiro obrigado por caminhar no caminho da minha alma !!! Com todo meu carinho com um grande abraço Pedro Pugliese

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...