segunda-feira, 10 de setembro de 2012

De repente...


Quando um dia, o amor brincando, em mim chegou
Fez flores se abrirem e me fez ver o sol sorrir contente
Me fez ouvir a brisa cantar hinos dantes nunca ouvidos
Até os pássaros, mais alegres, cantavam comovidos

Cantavam canções novas como se estivessem apaixonados
Eu? Sonhava sonhos que se faziam verdades e encantos
Brincava de contar estrelas, de trocar olhares e beijos
De sentir no corpo o fulgor de tantos e tantos desejos

Um dia quando o amor chegou contando lindas histórias
Entre risos e cantos, histórias coloridas de ternura
Dessas que a vida deixa sempre guardada na memória

Me senti dormindo, sono solto. num perfeito paraíso
Entre nuvens, na boca, o gosto do beijo que troquei
De repente... a solidão grita. Era um sonho. Acordei


José João
10/09/2.012

Um comentário:

  1. José joão querido desculpe o atraso no comentar Mais uma linda obra tua tocante como sempre ...parabéns meu amigo Pedro Pugliese

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...