sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Existes ... pelo menos em sonhos

Talvez... não sei bem, devesse ter sido você
Quem eu deveria ter esperado, não sei, não lembro
Porque não o fiz, me perdi, me esqueci de mim...
Não me refiz, não me encontrei e de mim, me perdi.
Busquei, e sem saber porque, caminhos diferentes,
Caminhos que não se cruzariam com os teus...
Hoje não sei onde estás e não ficaram  marcas
No chão para me fazer voltar por onde passei,
Ou se ficaram foram apagadas pelo tempo
Ou por outros passos que por ali passaram...
Talvez como os meus, em desencontrados ir e vir.
Teus passos, lá, também não estavam, eu saberia
Se lá estivessem, tua alma me diria, chamaria
A minha a seguir-te e eu, por mero esquecer
Das coisas de mim, de ti... de nós, me perdi.
Mas, se hei de seguir assim, tão só, que a vida
Me farte dessa saudade que me faz te procurar,
Que me faz ser teu, que me faz que viver me seja
Isso, essa busca de ti, essa falta de ti, essa tanta
Loucura de ti. E se não me for mais permitido
Te encontrar que, pelo menos, essa lembrança,
Mesmo distante, quase apagada, quase perdida,
Te traga inteira e plena para dentro dos sonhos...
Que te trazem para tão perto de ... nós dois


José João
02/09/2.016

5 comentários:

  1. Ai José João, la vem eu novamente pq não poderia passar sem elogiar-lhe, sem dizer mais uma vez que as palavras se perdem nesses seus caminhos descritos de ter e não ter, de perder-se e encontrar-se, de saudade eternizada. Isto todos temos, e vc, com sua pena e esses sentimentos lindos, nos faz lembrar quem ficou e tbm quem nunca deixou de estar junto. Lindo!!

    ResponderExcluir
  2. Mariane Mara deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Existes ... pelo menos em sonhos":

    Ai José João, la vem eu novamente pq não poderia passar sem elogiar-lhe, sem dizer mais uma vez que as palavras se perdem nesses seus caminhos descritos de ter e não ter, de perder-se e encontrar-se, de saudade eternizada. Isto todos temos, e vc, com sua pena e esses sentimentos lindos, nos faz lembrar quem ficou e tbm quem nunca deixou de estar junto. Lindo!!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

  4. Mariane, querida, muito obrigado. Mais uma vez vc me deixa sensibilizado com seu comentário e a maneira como você sente a poesia. Obrigado. Um terno abraço nessa sua alma poética linda

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...