quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Ah! Se pudesses me ouvir!

Será que  consegues ouvir os gritos desesperados
Que minha alma chora? O pulsar do meu coração
Que só sabe dizer te amo, te amo, te amo, 
Como se fosse uma oração rezada com o fervor 
De um desespero que tua ausência me faz sentir?
Será que ouves minhas súplicas que se vão com a brisa
Por aí , entre jardins, entre sonhos, cheias de minha saudade?
Ainda hoje busco teu olhar nas estrelas, no brilho delas...
Te ouço na voz do vento vadio que vem cantando canções
Em melodias de notas desconhecidas para não ter palavras
Que traduzam o segredo que ele  vem me contar de ti.
Ah! Se dos meus sonhos eu pudesse fazer estradas...
Rotas cortando nuvens, passando por sobre o tempo,
Caminhando além do destino e escrevendo outra história!
Ah! Quem me dera eu pudesse! Acho que não consegues
Me ouvir, se pudesses...talvez até minha dor fosse 
Menos doída. Aí saberias o que minha alma sente...
Que não tenho mais sonhos pra sonhar, sonhos
Que me ajudem a, pelo menos, enganar a mim mesmo
Me fazendo fingir que tua ausência...é passageira.


José João
11/09/2.014


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...