terça-feira, 29 de julho de 2014

Um dia de tristeza

As flores caídas no jardim pareciam lágrimas do tempo,
As folhas rolando ao vento pareciam sonhos indo embora,
Como se nada mais fossem, talvez apenas ...restos.
A tímida canção que a brisa cantava, parecia um lamento,
Um canto de saudade, cheio de notas soltas, desconhecidas,
Pareciam lamentos que o coração chorava baixinho.
Uma canção distante, triste, quase sem poder ser ouvida
Fazia o pensamento correr de pressa, buscando palavras
Para fazer versos, não precisava serem belos, nem rimados,
Bastava apenas que falassem o que, lá na alma, se fazia
Prantos, não esses chorados pelos olhos, esses são apenas
Prantos, mas os derramados pela alma, esses sim...
São dores que ela não consegue mais conter e...chora.
Os olhos, cheios de saudade, corriam no horizonte
Fazendo caminhos invisíveis, sem margens ...sem cor,
E o eco dos silenciosos passos do pensamento...
Ecoava na alma cabisbaixa sem saber mais o que ouvir,
Porque a dor lhe tomava os sentidos, e uma ausência
Se fez tão sentida que encheu todo o vazio de...solidão


José João
29/07/2.014



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...