sexta-feira, 8 de junho de 2018

Que mais posso fazer para ...

Quem me dera ouvisses o meu canto,
Poesias que minha alma declama aflita
Que sentiesses de mim todo o encanto
Quando teu nome ao mundo a alma grita

Não sei mais o que fazer, até já me perdi
Rezando orações que não sei como aprendi
Quem sabe se ouvisses a voz do meu pranto!
Essa dor tão doída talvez não doesse tanto.

Que mais posso fazer para ouvires minha voz?
Que mais angustia posso sentir e te contar
Para que possas entender... esse meu clamar?

Rezas, se ainda existem já não sei reza-las.
Que mais ainda pode a mim acontecer?
Que não me faça dor, faça vontade de viver!

José João
08/06/2.018

4 comentários:

  1. O meu aplauso. Adorei :))

    Hoje, do Gil António... Amor por entre nuvens de distância .

    Bjos
    Votos de uma boa noite.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Larissa, obrigado pela gfentileza do comentário. Abraços,

      Excluir
  2. Um poema simplesmente fantástico!!

    Beijo. Um Sábado feliz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cidália, obrigado, seus comentários motivam e emocionam. Abraços.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...