sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Esse imprevisível amor!


Esse tal amor. Mistura mágica de sentimentos tantos
Um dia, entrou em meu coração e se fez história
Assim, pensei então, ser a vida um eterno encanto
Viver sonhos alegres. Mas o amor também é pranto

Quando se faz adeus, se faz distância. Tanta saudade
Que a alma, em tristes lágrimas, se derrama  toda
Vai ao mundo em passos bêbados caminhando lenta
Que até de um olhar, de um sorriso, se faz sedenta

Esse amor que em nós se deita sem pedir licença
Nos toma todo, se faz de sonhos, se faz de vida
Em colorido mundo nos faz buscar coisas perdidas

Assim como dores que há muito se foram ao tempo
Dores choradas que alma tinha como esquecida
Por qualquer motivo, vem a saudade e lhe dá vida


José João
24/08/2.012






Um comentário:

  1. José João meu amigo... belas verdades muito bem tocadas . Parabéns . Pedro Pugliese

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...