segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Chuva de verão


Ei! Você, sim você, por favor não vá,. me ouça.
Você algum dia já foi triste? Não! Nunca chorou?
Então, por favor, me dê suas lágrimas, todas elas
Já chorei todas as minhas e nenhuma me restou.

Por favor, tanta é a  minha dor, minha saudade
Essa densa solidão que me acompanha nas noites
Que meus prantos esvaíram-se de mim, se foram
Esvaziaram os olhos e para alma se fizeram açoites

Se me deres tuas lágrimas um trato eu te proponho
Choro com elas minhas dores, todas as minhas dores
Se for preciso, um dia chorar as tuas, não me oponho

Chorando minhas dores com as lágrimas que me dás
As minhas renascerão mais novas, mais efusivas serão
Aí poderei fazer de minhas lágrimas doce chuva de verão.


José João
27/08/2.012



Um comentário:

  1. Grande José João ... fizeste uma linda obra aqui ... sentimentos profundos e verdadeiros te cercam neste teu rico e belo escrito de linda e humilde proposta ... que belo amigo !!! Com um abraço Pedro Pugliese

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...