terça-feira, 24 de maio de 2016

Meu deserto

No deserto que se vive... entre as multidões,
Não se tem liberdade, nem tempo, nem sombras,
Quero a liberdade dos desertos verdadeiros,
Cheio do divino silêncio da natureza inocente
Ensinando a ouvir as coisas que ninguém diz,
Ver com a alma, porque no deserto, com os olhos,
Se vê tão pouco! Estar perto e ao mesmo tempo
Longe de tudo, e a certeza maior que é você
Quem está mais perto de você. Onde a solidão
É toda sua, você faz com ela o que quiser, sonha
Grita nomes, declama versos, vai sem rumo,
Fica em lugar nenhum, confere estrelas, 
A liberdade se faz quase infinita e passiva
À quem habita um deserto em que a multidão
Não esteja. Assim fiz o meu...sagrado deserto
Onde só habitamos, eu e tua saudade.


Jose´João 
24/05/2.016







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...