terça-feira, 14 de junho de 2011

Minhas mais novas conquistas

Minhas mais novas conquistas estão agora,
Vivas, soltas, vadias, voando no meu mundo,
Em volteios leves, indo entre campos e jardins,
Brincando de brilharem ao sol como diamantes,
Límpidos, perfeitos, colorindo meu olhar triste
Que se debruça lá no horizonte como se procurasse
Pelo menos alguns sonhos para sonhar,
Sonhos que insistem em não vir, não chegar.
Minhas novas conquistas, essas lágrimas brilhantes
Brincando de fazer caminhos em meu rosto,
Essa saudade do que...  nem eu mesmo sei,
Brincando de levar meus pensamentos para lugares
Distantes, perdidos no tempo e na memória.
Acho que minha alma gosta de brincar de chorar,
Gosta de brincar de sentir saudade, sentir saudades
De amores perdidos ou nunca vividos
De amores que apenas  em sonhos foram paridos.
Minha alma, não sei se louca ou inocente,
Mas sempre trazendo lágrimas novas
Como se ela fosse eternamente... carente.





3 comentários:

  1. Parabéns, amei, vc é um talento de Deus.

    ResponderExcluir
  2. A impressão que tenho é que vc me conhece e escreveu sobre mim, sobre meus sonhos e tristezas, minha busca pela felicidade que busco em algum lugar ao lado de alguém... Isso pode ser possível?

    ResponderExcluir
  3. realmente poesia não tem preço! é como tentar medir em quilos ou alqueires, a quantidade de amor que carregamos no peito...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...