quarta-feira, 1 de junho de 2011

Liberdade de sonhar



Hoje posso povoar meus sonhos
Criando imagens de momentos vividos
Que não sei onde estavam.
Talvez estivessem perdidos dentro de mim,
Escondidos entre minhas dores,
Ou, quem sabe, debaixo dos pesadelos
Que se fizeram profundas cicatrizes abertas
Como chagas dolorosas martirizando até a alma.
Hoje posso povoar meus sonhos
Com a liberdade dos sofredores ou dos poetas,
Posso dar nome de flor às dores que sinto,
Hoje posso colorir minhas lágrimas
E a cada uma delas dar um sentido, uma razão.
Posso até nomear os tantos soluços,
Que, do peito, saem ao tempo gritando
Nomes que a memória já nem guardava mais.
Não sei se me fiz sofredor ou se me fiz angustia,
Não sei se me fiz poeta ou se me fiz tristeza
Só sei que agora posso povoar meus sonhos
Já não serão mais universos vazios e sem cor
Serão  mundos onde tudo pode acontecer,
O sorriso de mãos dadas com a tristreza,
As lágrimas zombando da angustia,
A solidão trocando beijos com a alegria
A saudade brincado de presente com o passado
... Assim vou povoar meus sonhos... sonhos!!!

José João




5 comentários:

  1. sabedoria não ficou pra todo mundo, voce foi privilegiado,PARABÉNS!!!
    Como muitas de suas poesias essa também é muito linda.adorei!!!!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom seu blog ja estou seguindo abraços
    http://blogandodemadrugada.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. ola joão amei seu trabalho, vc é nota 10!

    ResponderExcluir
  4. Você é uma pessoa especial, um iluminado. Só assim se explica tão maravilhosas poesias. Parabens meu querido!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...