quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Pedaços completos de saudades

Sentado dentro de uma solidão teimosa,
Com a tristeza fazendo festa em volta de mim...
Com uma angustia como se chorasse comigo
A perda de sonhos que se foram por aí,
Sem rumo, perdidos, levados por entre vazios
Que mais pareciam pedaços de mim. A alma
Se desfazendo em prantos chorados a vulso
Me trazia uma saudade partida em pedaços,
Tantos, que pareciam pétalas caídas no chão
Rolando entre os nadas, na vã tentativa 
De consolar um coração que, sozinho, fingia
Deitar-se comodo sobre a face dura da vida
Que, em silêncio, lhe dizia quanto dói a solidão.
Uma luz, sutil, vindo talvez de algum pedaço
De esperança, deitava-se sobre a saudade
Que fingia-se flor para enganar a alma
Que jurava ser um perfume que nunca
Esqueceu.

José João
17/10/2.017


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...