quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Hoje, chorei sem lágrimas

Hoje, o que queria mesmo era apenas 
Algumas lágrimas, nem precisava 
Que fossem muitas, não precisava que fosse
Pranto, me bastariam algumas lágrimas.
Mas elas, parece, se esconderam de mim,
E assim, a dor dessa saudade se faz mais doída,
As lágrimas me serviam tanto! Aliviam a dor,
Mas ontem, acho, chorei todas elas... todas...
Por tão forte ter sido a dor dessa saudade
Chorei todas elas, chorei aos gritos,
Gritei gritos estridentes no silêncio de cada
Lágrima que, suave, saía dos meus olhos
Para molhar a saudade que doía tanto...
Hoje me sinto vazio, de mim e de lágrimas,
Os olhos, em triste procura do que nem sabe,
Dançam irrequietos buscando imagens
Que se perderam no tempo e ... hoje...
Mesmo sem lágrimas, continuam chorando,
Gritando teu nome como oração divina,


José João
26/10/2.017


2 comentários:

  1. Belo, triste e emocionante poema!! De uma delicadeza e profundidade incrível, gostei muito!!
    Um grande beijo para você!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...