sexta-feira, 28 de julho de 2017

Como um anjo do além

Dou-me a ti, sem que nada te peça
Como se fosses minha alma a doar-se
Sem troca, por apenas querer ser tua
Toda e pura, e limpa, inocente e nua

Lavada em lágrimas por amor choradas
Mas imaculada, livre e solta ao tempo
Como pássaro que voou na invernada
Agora leve brinca volteando com o vento

Sou quem tanto te adora mas nada te diz
Que reza teu nome em silenciosa oração
Até poesias com anjos, pra ti eu já fiz!

Sou quem te sonha, até mesmo acordado
Nas noites de prazerosa insonia que vem
Te trazendo risonha como um anjo do além


José João
28/07/2.017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...