sexta-feira, 28 de julho de 2017

A imperfeição do amor

Dizem que o amor é perfeito, é belo, é sonho, é magia.
Dizem que amar é sorrir, é a perfeição do existir...
Talvez eu não tenha amado, mas não foi o que vi
Me perdi em noites vazias, sentindo um triste sentir

Conheci saudades doídas, solidão que tão viva
Tinha a forma de dor! Tristeza de amargo travor 
Angustia que, nas noites... se fazia tão cativa...
Como tantos dizem ser cativo esse tal de amor

Me perdia nas noites, eram prantos, lembranças vãs
Era um ardume nos olhos um chorar sem querer
Era uma falta de tudo que até se fazia difícil viver

Não entendo e não sei, se foi amor, ou se só eu amei
Se me fiz de verdade, dessas que não se sabe dizer
Mas sei que entre os tantos vazios fui eu que chorei


José João
28/07/2.017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...