sábado, 8 de abril de 2017

As vezes sentir saudade é viver

Foram tantas as despedidas! Lembro ainda...
Em algumas consegui conter as lágrimas,
Ainda disse adeus sem sentir tanta dor...
E o que ficou depois, foi apenas uma saudade sutil,
Sem angustias, só alguns momentos de incerteza.
Em outras, fingi sorrir, mas depois, sozinho,
Me entreguei ao pranto, um pranto convulsivo,
Desses que até a alma chora, faz a saudade ser
Muito mais que apenas saudade, faz os momentos
Tristes, a vida vazia, faz que chorar seja viver,
Uma vontade de fugir, de ir, sem ter pra onde,
De ficar em lugar nenhum, é um aperto no peito,
Um pensamento voando solto para o que passou,
Para os momentos que não voltam mais...prantos.
Uma vontade de ver, de sentir, de tocar...gritar
Mas tudo silencia e é tanto o silêncio que se faz
Que se ouve as lágrimas chamando no rosto
O nome que se quer ouvir. Tem adeus que se faz
Dor para sempre, que fica dentro da alma
Como se fosse preciso...para se estar vivo.

José João
08/04/2.017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...