segunda-feira, 6 de março de 2017

Será que tem alguém por aí?

Ei! Tem alguém por aí que possa me encontrar? Estou aqui,
Brincando de enganar a solidão, fingindo saudades
Que não sinto, contando histórias que não vivi.
Estou aqui, entre falsas verdades, incertezas e vazios,
Fazendo versos, rimando carência com risos fingidos,
Tem alguém por aí que saiba caminhar pelos sonhos
Que podemos sonhar? Conversar com a alma, em silêncio
De palavras e gritar com os olhos segredos que se farão
Descabidos por que elas se juntaram e se fizeram
A mesma história, gritando em risos inocentes
E nfantis brincando de ser para sempre o que sentem agora.
Tem alguém por aí que queira caminhar na direção do horizonte
Fazendo marcas no chão numa estrada que vai até além
De onde se pense em chegar? Que não tenha medo
Dos amanhãs? Ei! Será que tem alguém por aí esfregando,
Como eu, sofregamente as mãos, fingindo que são outras
Para enganar a alma de que não está só?
Será que ainda tem no coração uma poesia? Como o cantar
De um pássaro que não se preocupa num gorjear perfeito,
Se preocupa apenas em ser feliz cantando...amando.


José João
06/03/2.017


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...