sexta-feira, 17 de março de 2017

Diz...apenas uma palavra

Por favor, diz apenas uma palavra, uma apenas,
Uma palavra qualquer, dessas que todo mundo diz,
Por favor, diz, juro que deixo minha alma acreditar
Como se fosse a maior verdade que ela poderia ouvir,
Diz qualquer coisa, nem precisa que me olhe nos olhos,
Pode olhar até através de mim, não me importo...
Uma palavra, mesmo dessas que vão na primeira brisa,
Palavra que por qualquer adeus se troca e se vai,
Mas por favor, deixa minha alma acreditar em sonhos.
Diz, baixinho, mesmo sem certeza no dizer,
Vou sorrir, vou chorar, vou gritar alto para o mundo,
Vou até fingir que foram palavras que sempre disseste.
O que te custa? Deixa que me achem ridículo...
Que sorriam de mim, não importa, apenas quero
Uma palavra, simples, nem precisa que diga com a alma,
Nem mesmo com o coração, apenas diz, já me basta.
Diz, que vou fingir ser confissão entre nossas almas,
Como fosse um hino que a tua cantaria só pra mim
Uma palavra, e ternamente a levaria sempre comigo,
Seria um terno sonhar para quem sabe que ...
Que nunca terá você.


José João
16/03/2.017


Um comentário:

  1. OLÁ,

    sou seguidor desde muito tempo e a convido para visitar nosso blog HUMOR EM TEXTOS, conhecer toda a verdade sobre TATIANA a ex-amante do doleiro ALBERTO YOUSSEF e conhecer algumas opiniões isentas sobre ela.
    Um abração carioca.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...