sexta-feira, 10 de março de 2017

A solidão e eu

Não tenho medo da solidão, sem ela o que seria?
A solidão, pra mim, quase sempre é um lugar 
Perfeito para se estar. A ela conto meus segredos,
Sem medo de ninguém ouvir. Encosto minha cabeça
Em seu ombro, sempre amigo, e choro sem medo
Que me achem ridículo, se a solidão for muita
Posso até gritar, cantar, mesmo em desafinado tom,
Que ela, em silêncio, apenas me ouve sem nada dizer.
A solidão é meu pedaço mais intimo do tempo...
Com ela faço versos, invento histórias, brinco
De me fazer herói vivendo um amor que nunca vivi,
Declamo poesias inteiras que ainda nem escrevi e...
Não vou escrever nunca, declamei apenas para a solidão,
Que faz silêncio pra me ouvir, respeita a dor que sinto,
Cala o mundo se for preciso e me deixa solto, livre,
Para ir atrás de sonhos, correr em horizontes distantes,
Sentir saudades. A solidão sempre faz a saudade ser
Muito maior que a intensidade dos momentos
Que foram vividos. Ah! Essa solidão... tão cativa
Para quem sabe vivê-la! Por que sentem medo dela? 


José João
10/03/2.017



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...