quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

A sorte de amar

A ti, te digo sem medo de dizê-lo,
Amar é também, creia-me, chorar
É sentir na alma uma dor diferente
Que dói, machuca o coração da gente.

Não que não se deva de todo amar
Viver sem que isso aconteça não é viver
Mas há de se ter sempre e bem guardar
Lágrimas, um dia se tem que precisar

Pelo que já senti, digo, sem medo de errar
Que uma saudade, mesmo tão dolorida
Vale a pena, por um lindo pedaço de vida

Digo, pelo que me foi permitido sentir
Que por todo resto da vida vale chorar
Se você, por um dia, tiver a sorte de amar

José João
05/01/2.017


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...