domingo, 9 de outubro de 2016

Eu e meu silêncio

Hoje caminhei com meu silêncio, só nós dois.
Caminhamos por entre saudades, lembranças...
Ele me contou meus segredos, sim... meus segredos,
Alguns até já esquecidos, perdidos dentro do tempo.
Falamos de adeus que ficaram guardados na alma,
De momentos que, passado tanto tempo, ainda hoje, 
Se fazem histórias recentes, como se pra eles
O tempo tivesse parado. Falei das tristezas novas,
Dessas que vão crescendo lentas dentro da gente
Até se fazerem dor, angustias, se fazerem vazios
Dentro da alma. Falamos de despedidas, de ausências, 
De encontros, desses que acontecem ontem e amanhã
Já se fazem desencontros, perdas, sem que se queira,
Por apenas a vida decidir assim. Eu e meu silêncio!
Caminhamos por horas e horas com meus passos
E pensamentos. Contei dos sonhos impossíveis,
Das tantas vontades vãs, Eu e meu silêncio, hoje,
Em tão plena sintonia, nos fizemos apenas um. Eu

José João
09/10/2.016


Um comentário:

  1. Profundo este silencio em que nos fundimos, onde passamos a ser o ouvinte do proprio silencio, e o saudamos. Lindo, Joao!! Como sempre...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...