quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Eu, o artesão de mim.

Junto meus pedaços em versos nas poesias, 
As vezes tristes. as vezes inacabadas... 
Quando a dor é muito maior que a saudade
As palavras se fazem poucas, e a poesia...
Se perde dentro do meu silêncio.
As palavras são fragmentos de mim
Que junto em cada verso, como faz a artesã
"Colando cacos" e inventando flores...
Se entrega aos detalhes, como se cada pedaço
Fosse um pedaço da própria alma, assim ...
Como se fazem as poesias, repletas
Do que a alma sente. Sou o artesão de mim.
Enquanto a artesã cola pedras, azulejos e vidros,
(mesmo talvez colando com prantos)
Eu colo, nas poesias, lágrimas, saudades,
As vezes solidão, versos sem sentido,
Prantos que choro por adeus que nunca esqueci.
Minhas poesias são os muitos pedaços de mim
Que por mais que junte, sempre haverão mais
Para juntar, colar e ... continuar incompleto

José João
22/09/2.016


Um comentário:

  1. AI JOSE JOAO!!! TO GRITANDO ATÉ AGORA!!! EU NEM SEI O QUE DIZER!!! QUANTA HONRA!!!! MEU DEUS... NUNCA PENSEI!! QUISERA ESTIVESSE AQUI P RIR COMIGO DO MEU TRIMILIQUE!!! KKKKK VC QUASE ME MATOU DE SURPRESA!! MUITO O-B-R-I-G-A-D-A, ARTESÃO LINDO DA ALMA!!! NEM SEI MAIS O QUE DIZER... VOU COLOCAR SUA POESIA NA MINHA PAGINA, TUDO BEM? AI MEU DEUS!! ESTA VOU ESPALHAR POR AI!! HOMENAGEM SUA?!!! FOI MAIS DO QUE SONHEI!!! BEIJO GRANDE, IMENSO, NESSA SUA ALMA MAGNIFICA, NESSE SEU CORAÇÃO TÃO BOM. QUISERA PUDER ABRACA-LO, MAIS VAI NESTA QUATRO ABRAÇOS BEM APERTADOS,E UMA CARRADA DE FELICIDADES PARA VC, POETA!!! E SOBRE A POESIA, VC JUNTANDO PEDAÇOS AQUI E ALI, OLHE SÓ, COLOU PARTES DE MIM TBM!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...