segunda-feira, 30 de maio de 2016

A dor que a alma sente

Ah! Se a mim tivesses vindo ontem!
Nas horas em que a tarde sonolenta
Canta um canto triste e finda o dia
E a alma toda em pranto se lamenta

Ah! Se a mim tivesses vindo ontem!
Na hora em que o sol chora mais triste
Na hora em que o céu se faz canção
Verias o que na minha alma ainda existe

Ah! Se a mim tivesses vindo ontem!
Mesmo nos volteios da brisa passageira
Terias visto em meus olhos uma súplica

Que como eco de dor me vem da alma
Toda triste, tão solitária e tão carente
Que dirias dor de um pobre anjo doente


José João
30/05/2.016

Um comentário:

  1. UAU!...Como é maravilhoso sermos surpreendidas por um poema/autor, principalmente quando não o conhecemos.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...