terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Silêncio! Por favor!

Silêncio! Por favor silêncio. Minha alma
Quer ouvir meu pensamento, que está todo nela,
Está seguindo seus passos, está indo em horizontes
Onde só eu posso chegar, com essa saudade toda,
Que também só eu sei sentir. Silêncio, por favor...
Deixem que ouça o pulsar do coração, 
Como se fosse oração perene chamando seu nome
Em divinal comédia. Silêncio que estou amando...
Os momentos que se fizeram eternamente meus,
Os sonhos que nunca deixei de sonhar...
Silêncio, por favor, deixem-me chorar em paz
Toda essa saudade que ficou em mim, na alma,
Na vida, que agora se faz um mundo só pra ela,
Chorar essa ausência que me tomou de mim,
Que me encheu de vazios doloridos, sem formas
Como se fossem disformes pedaços de nada
Que só quem sente a dor da falta pode saber.
Silêncio, por favor. Deixem essa saudade
Dormir comodamente dentro de mim.

José João
23/02/2.015



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...