quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

As vezes a vida brinca comigo

As vezes a vida me faz criança, sorrindo feliz
Por sonhos que sonhei, que aconteceram 
E ficaram dentro de mim marcando o tempo.
As vezes me faz ser menino brincando de colher flores
Nas primaveras. Chorar sorrindo na beira do rio
Por lembrar o primeiro beijo, me faz, em pensamento,
Correr por caminhos que levam ao começo do arco-íris,
E nas noites, as vezes, a vida brinca comigo, 
Me fazendo, sentado sobre a relva, esperar atento,
No céu, uma estrela cadente, e ...lá vem ela, rápida,
Luzente como um raio, me faz atropelar as palavas
Para fazer um pedido que quase não dá tempo.
Mas muitas vezes, e quase sempre, a vida...a vida
Se faz lágrimas, se faz dor, se faz essa angustia
Que fica, que mora, que insiste em fazer da pobre alma
Um canteiro de flores murchas, sem brilho, caídas
Dentro do vazio que uma ausência encheu de carência.
As vezes a vida me faz assim...algoz da criança...
Que quase já não existe em mim.

José João
25/02/2.016


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...