sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Saudade ou remorso...não sei

Só os olhos sabem chorar a dor que minha alma sente,
São as lágrimas, os soluços e gritos... sutis e silenciosos
Que escorrem pelo rosto e vão...até onde a saudade
Se esconde envergonhada pela angustia que sinto,
São elas que levam para até muito além do tempo, 
Essa vontade de dizer, baixinho, o que nunca disse.
E me perco dentro de mim, desse desastroso vazio
Que nem sei mais sei se é dor, carência ou remorso,
Como doem as palavras que não se disse!
Os sorrimos que não demos! Como é doloroso e triste 
Sentir o desespero de não ter dito: te amo
Quando esse sentimento fervilhava no mais intimo
Da alma! Como é triste o sentir medo de se entregar!
Sentir medo de deixar alma em plena liberdade
Se deixar invadir pelo sentimentos que ela precisa, 
Muito mais que apenas querer. A saudade mais doída
É aquela que se sente pelos momentos que pudemos viver
E não vivemos. Na verdade, será que é saudade ou...
Remorso??!!

José João
08/01/2.016




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...