quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Me basta tua saudade

Ainda hoje te chamo de querida, digo... te amo
Sem nem saber onde estás. Sinto teu perfume
Na brisa que passa lentamente me abraçando,
Ouço tua voz no silêncio de tua ausência,
Me sinto contigo quando a saudade te trás
Sorrindo entre os pensamento e os tantos sonhos
Que me deixaste sonhando, sonhos que ficaram
Incompletos e...nem mesmo sei se ainda são sonhos
(sonhos que se sonha sozinho, nunca serão sonhos
completos) serão apenas pedaços de lembranças
Que se farão fragmentos de recordações distantes,
Que até passam com o tempo. Sonhar só, não é viver.
Mas também de trago dentro de mim, toda, completa
Habitando uma saudade que não passa nunca...
Fazendo meus momentos, que seriam vazios, 
Cheios de histórias, guardadas dentro de mim,
Vivas como se fossem de ontem, para sempre.
Não importaram adeus e... nem ausência,
Essa maneira de viveres dentro de mim...me basta.


José João
06/01/2.015

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...