quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Lágrimas e champanhe

Um dia brindaram com champanhe as minhas lágrimas,
Riram delas e da dor que elas choravam. Assim é a vida.
Lágrimas e champanhe. Lágrimas...as minhas
Champanhe pela festa de um encontro, culpa minha...
Brindei com lágrimas a minha perda, no silêncio de mim,
Escondido dentro de uma angustia que gritava comigo
O desespero de um adeus que não queria.
Não sei como pulsaram os corações em festa...
Sei como chorava o meu, sufocado pela tristeza,
Porque a festa apenas me dizia: Adeus  para sempre,
Uma festa que não era minha, minha...só a dor
Dela estar acontecendo. Outros olhos se miravam
Nos olhos que um dia foram meus. Braços entrelaçados,
Trocas de taça, sorrisos de inocente malicia,
Olhares que gritavam eloquentes um novo desejo,
É assim, a vida tem dessas coisas, amores perdidos,
Lágrimas de quem perdeu, champanhe, champanhe
Para os amores, que quase sempre sobre dores,
Recomeçam alegres, assim é a vida, lágrimas e...
Champanhe.

José João
14/01/2.015

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...