sexta-feira, 3 de julho de 2015

As tantas metades de mim

Metade de mim é ...risos
A outra metade é...pranto
A metade riso nada mais é
Que tristeza fingindo encanto

Metade de mim é saudade
A outra metade ainda não sei
Se é os sonhos já sonhados
Ou é sonhos que não sonhei

Uma parte de mim é silêncio
Protegendo meus tantos segredos
Das vontades perdidas e mortas

Sou uma mistura inconstante
Escondendo as metades de mim
Como fosse o que não mais importa.

José João
03/07/2.015


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...