quarta-feira, 1 de abril de 2015

Saudade é um amar diferente


Chega  a ser mórbida essa tristeza que sinto,
Que me invade, que me toma,. que me suga da alma
Esperanças, sonhos e até a vontade de fazer-me vivo.
Quando a saudade  se faz mais dor que mesmo saudade,
Quando as lágrimas escondem os horizontes que meus olhos
Insistem, em neles, ir buscar tua imagem que a alma diz
Divina. Quando paro, caído no desespero da angustia,
Só teu nome sei rezar como oração, ou como vida.
Não sei onde te buscar, te encontrar...não sei
Mas te deixo dentro de mim como se fosses para sempre
Minha verdadeira história, a única que vivi plenamente.
Vivo no rastro dos teus passos que se perderam de mim,
Na ansiedade da eterna busca de te buscar nos sonhos
Que sonhei ou que ainda vou sonhar. Nas lembranças
Perdidas que não sei onde deixei, ou onde perdi...
E assim vou...indo por estradas cheias de solidão,
De desejos perdidos, de esperanças mortas...
E do silêncio que tua ausência deixou como castigo,
Para uma alma que o crime foi apenas amar tanto.

José João
01/04/2.015

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...