terça-feira, 11 de novembro de 2014

Meu mais terno segredo

Ah! Como queria te falar! Tantas coisas pra dizer...
Mas minha voz emudece, meu coração pulsa desesperado,
Minhas mãos se contorcem, tremem, suam...
Minha alma desesperada tropeça nas palavras
E o que era para sair de dentro dela, fica preso na voz.
Meus olhos gritam com um olhar que não percebes,
E te procuram, te sonham, mesmo sem dormir.
Me perco na doce ilusão de um momento...
E nessa ilusão, minhas mãos te acariciam o rosto,
Minha voz em inaudíveis sussurros diz: Te amo.
Ah! Quando te "vejo" na minha louca vontade de te ver
O mundo pára, as horas se perdem no vagar do tempo,
Fico no marasmo de uma sonolência quase divina,
Sinto até teu perfume  me envolver como brisa,
Que lentamente me abraça, me toma em carinhos
E a vida se faz de um beleza que nem a poesia
Sabe dizer. As palavras ficam poucas para tanto.
Então calo,  e em silêncio guardo esse segredo
Que um dia não caberá mais dentro de mim...
E explodirá em versos de amor declamados pela alma.


José João
11/11/2.014

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...